Um site de comércio eletrónico, à vista da legislação atual, deve cumprir com um conjunto de regras e obrigações, algumas delas extensões do que já se verifica no comércio tradicional. Esta atividade é fiscalizada pela ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica), que se tem mostrado muito ativa neste controlo.